segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Roberto Carlos Rei?

Um dos comentários no fórum de debates do orkut me chamou a atenção pela coerência nos argumentos. Geralmente, os comentários não são expressíveis, haja vista a informalidade dos conteúdos, mas esse realmente foi fundo, uma crítica realmente aplausível. A autora do texto chama-se Ru baiana, com certeza não é o nome verdadeiro, por tratar-se do orkut, mas vamos ao texto.


É só um desabafo!!!
Olha, francamente eu sei que respeito é bom e todos gostam, principalmente no que se refere ao quesito arte. Também sei o quanto é difícil o trabalho de um artista (eu sou uma) e como é difícil sermos valorizados. Porém convenhamos:
*uma música por mais bela que seja, tem um fim
*um livro por melhor que seja, acaba
*uma vida por mais gloriosa que seja, um dia acaba...

Por que cargas d’água uma carreira artística não pode ter um ponto final? Desculpem o meu desabafo, mas é realmente lamentável vermos tantos artistas talentosos nesse nosso Brasilzão, com um histórico belíssimo e que não obtêm qualquer tipo de prestígio; enquanto isso temos que SUPORTAR anualmente o especial de Roberto Carlos, que é algo que quase ninguém aguenta.


Eu amo Roberto Carlos (da fase que conseguíamos ouvir as suas músicas), mas pêra aí: Rei???Como diz o povo: menas... Ou melhor: menos!!!
Onde fica Luís Gonzaga?
Elomar?
Zé Ramalho?
Bethania?
Sivuca?
Caimmy?
Xangai?
Bossa Nova?
Tropicalismo?


Rei do Brasil?Alguém tem conhecimento de um show popular realizado por Roberto Carlos? Uma pessoa que só toca para a elite pode ser chamada de rei de uma nação? Qual o último grande sucesso emplacado por Roberto Carlos? Possui músicas belíssimas que me emocionam, me fazem chorar, amar, relembrar... mas atualmente o que justifica um especial todo o ano? Sem querer ofender, mas Roberto Carlos está mais para um patrimônio Histórico, do que uma promessa de futuro.


Como historiadora, sei que todo patrimônio histórico deve ser valorizado, mas convenhamos, o Brasil é muito mais do que Roberto Carlos. Façamos um especial de Roberto, outro de Bethania, outro de Elomar, outro de Rock (Toca Raul), outro de Axé, outro com o Trio Nordestino, outro com o Clube da Esquina... conteúdo é o que não falta e o povo brasileiro agradece.