quinta-feira, 19 de junho de 2008

Mais respeito com os professores!!

A greve dos professores de Roraima foi um exemplo de coragem, raça e determinação. Todo o Estado aderiu à greve (cerca de 90% das escolas). O Governo não acreditava na força do movimento e as negociações foram desprezíveis, pois o governo não quis acordo e partiu pra repressão.
Os professores queriam aumento de 35%. 15% este ano e 20% ano que vem. O governo entrou com uma ação pedindo a ilegalidade da greve e a justiça assim decretou, sob multa de 10.000 reais por cada dia de paralisação. O setor jurídico do sindicato entrou com recurso e os professores permaneceram na greve, mesmo com a multa.
Covardemente, o Governo pediu que a multa fosse majorada em R$ 100 mil, que após 30 dias de falta os professores grevistas fossem demitidos, que os professores faltosos e especialmente os dirigentes do sindicato devessem de imediato voltar às atividades, sob pena de prática de crime de desobediência e, pôr fim, pediu autorização para que o Estado pudesse contratar professores temporários para substituir os professores faltosos.
A justiça, então, dobra o valor da multa, ordena a apreensão dos veículos (carro de som) alugados pelo SINTER e bloqueia a conta do sindicato.O movimento se torna mais forte com o apoio de vários sindicatos do estado, monção de apoio da CUT e CNTE e a população passa a apoiar a greve.
Alunos apoiaram o movimento.
Após 20 dias de greve, o governo, em audiência com a Justiça, cede e concede os 15% de aumento com retroativo a abril e 20% (ou mais) para o próximo ano. Pagará todas as progressões em agosto e prometeu cumprir as outras reivindicações (22, que trata de outros assuntos).
Sofremos pressões dos diretores de escolas, alguns professores receberam memorandos, a mídia era superficial e o Governo tentou a todo custo desmanchar a greve na base da repressão e propaganda enganosa na mídia.
Fim da greve: uma conquista histórica!
O legislativo reconheceu que a luta dos professores eram justas e no fim, os três poderes curvaram-se diante dos professores.

As imagens são do bolg: http://www.greveprofessoresrr.blog.terra.com.br/