sábado, 21 de março de 2009

Burrice tem limite!

Religião é cultura. Foi a partir dessa simples afirmação que deixei de professar o cristianismo como portal da verdade dentro dos conceitos filosófico-religiosos. Religião é cultura, não burrice. Lamento pela corte suprema que a igreja Católica tem, pois através dela seus líderes justificam o pecado do aborto como crime menor que o estupro e afirmam que o preservativo não combate a AIDS, só agrava. Estão algumas igrejas se idiotizando? Não aceitar a face do pós-modernismo e o desenvolvimento da ciência em função do homem está ultrapassando os limites de uma cultura que, antes tão cultuada e instigante, hoje beira à ignorância.
.
Na visita do papa à Angola, país do continente africano cuja metade da população sofre com a AIDS, o atual mestre das asneiras verbais afirmou que o uso do preservativo piora o problema da AIDS e que a igreja Católica está na vanguarda da luta contra a epidemia que aflige a população. Dá pra entender? Será mesmo que os amantes do sexo vão abraçar a abstinência assim como essas mentes da idade média permanecem ignóbeis?
.
Seria bom se parasse por aqui, mas outros absurdos virão. Apocalipticamente falando, não tenho mais dúvida sobre quem é a grande BESTA.